Realizei o desejo dela Publicado por anônimo em 15/10/2018 em Bissexual

"Ela veio ver como eu estava, sentou na beirada da cama e passou a mão no meu corpo"

Conto adicionado a favoritos
Autor adicionado a favoritos
Conto já adicionado a favoritos
Autor já adicionado a favoritos
Conto salvo para leitura posterior
O conto já estava em sua lista para leitura posterior

Estava deitado na cama da minha melhor amiga, havíamos combinado de passar aquela semana juntos para podermos estudar para a semana de provas da faculdade. Dormiamos juntos e 70% das vezes não havia segundas intenções, mas não serei hipocrita de dizer que eu já tinha sido P.A. dela por um bom tempo. Estava deitado pois queria descansar a visão. Deixei a luz do quarto apagada e apenas a luz dos postes da rua iluminavam o local, ouvia a minha amiga e mais dois colegas da faculdade conversando na cozinha.

Ela veio ver como eu estava, sentou na beirada da cama e passou a mão no meu corpo e perguntou se eu estava bem, expliquei que estava apenas com a vista cansada de tanto ler os livros da faculdade. Senti que ela se aproximou mais e se aninhou em mim. Dei um espacinho pra ela e coloquei um braço para que ela pudesse se aconchegar como era acostumada a fazer. Eu odiava aquele pijama que ela usava, achava tosco, mas tinha um cheiro bom, e seu cabelo tinha perfume de erva doce. Ela se aproximou mais e veio próxima do meu rosto jogando um braço sobre mim e me olhando com aquele olhar de menina carente que mesmo com a pouca luz eu pude notar, então dei um toque em seu nariz e um selinho de leve em sua boca, ela devolveu com um beijo de língua demorado, abafado em meio ao beijo um suspiro de alívio como se ela precisasse daquele beijo. Correspondi acariciando seus cabelos e beijando ela demoradamente.

Em meio aos beijos ela jogou o corpo em cima do meu e abriu a minha camisa, eu não a censurei, deixei me levar, senti seus beijos em meu peito enquanto ela descia em direção a minhas pernas, ela abriu e tirou minha calça e me deixou apenas de cueca box, ela adorava que eu usava esse tipo de cueca, ela acha sexy e eu acho super confortável, tirou meu pau pra fora e segurando com uma mão macia como somente ela tem, foi beijando meu membro todo, aqueles labios macios envolvendo a cabeça do meu pau, aquela boca quente, aquela língua molhada e cheia de desejo, com uma mão ela me masturbava em meio a chupadas longas e com a outra mão ela foi tirando seu pijama. A conversa dos dois rapazes parou e apenas eu notei a sombra de um deles enquanto espiava próximo da porta.

Após deixar meu caralho todo babado minha amiga me deu um beijo demorado e ajeitou suas pernas por cima de mim, seus seios eram volumosos e seu cabelo longo jogado pra trás a deixava com uma sensualidade fora do normal, ela segurou meu pau com uma mão enquanto encaixava dentro da buceta dela, sentou em cima do meu cacete com muito tesão e se ajeitou pra começar a rebolar, segurei em suas coxas e vi que ela fez um sinal pra porta. O rapaz que estava nos espiando se aproximou, ele tinha um ar inocente e já estava nu, provavelmente tirou a roupa enquanto nos espiava. Ficou de joelhos próximo da minha cabeça e colocou o pau dele em minha boca, notei que minha amiga gostou do que estava vendo pois sua bucetinha pulsava loucamente. Deixei uma das mãos no seio dela enquanto ela rebolava freneticamente, e com a outra mão ajeitei o pau do rapaz na minha boca, envolvi o caralho dele com os lábios e língua enquanto olhava nos olhos de minha amiga, era isso que ela queria, era isso que tanto desejou, chupei aquele pau e sentia cada nervo pulsando em minha língua, minha amiga gemendo loucamente, já devia ter gozado umas duas vezes. Mamei aquele pau com mais afinco e o garoto não aguentou e jorrou porra na minha boca. O ritmo frenético que a minha amiga rebolava intensificou, ela fodia loucamente assistindo o rapaz gozando na minha boca, gozou em um orgasmo demorado arranhando meu peito e vibrando seu corpo todinho, caiu exausta em meu peito com meu pau ainda dentro dela, o rapaz se afastou e saiu do quarto e eu fiquei ali com a boca cheia e com minha amiga deitada em meu peito. Ela olhou pra mim me deu um beijo e agradeceu uma dezena de vezes por ter realizado seu desejo.

Avaliações

Só usuários podem votar 0 de Avaliações

Comentários 0

Sobre este conto

Autor anônimo
Categoria Bissexual
Visualizações 787
Avaliação 0 ( votos )
Comentários0
Favorito de0 Membros
Contador de palavras: 795
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Afiliados