Caçando putas na europa Publicado por anônimo em 14/09/2019 em Hétero: geral

"Tem alguns meses atrás eu estava navegando em sites pornôs um tipo de vídeo onde uma homem com sua carteira cheia de euros aborda algumas mulheres pelas ruas de algumas cidades na Europa."

Conto adicionado a favoritos
Autor adicionado a favoritos
Conto já adicionado a favoritos
Autor já adicionado a favoritos
Conto salvo para leitura posterior
O conto já estava em sua lista para leitura posterior

Essas ruas geralmente são vazias onde a mulher anda sozinha sem ninguém por perto para caso ela não peça socorro dizendo que está sendo assediada. Incrivelmente elas não se intimidam com a presença do homem que a aborda, reagindo normalmente a abordagem devolvendo a saudação do mesmo.

Esse homem fica bem ansioso, nervoso parecendo estar constrangido em prosseguir com seu ato. A mulher costuma ficar curiosa ou mesmo desconfiada tendo uma posição defensiva, o homem vendo algumas das reações das mulheres afim de seduzir elas rapidamente sempre entra logo no que ele tanto deseja.

Ele começa perguntando a moça se ela precisa de dinheiro, e o que faria por dinheiro. Elas ficam espantadas com a pergunta mas respondem que a depender do que for fariam algumas coisas imorais. Quando ela informa que estaria disposta afazer coisas por dinheiro sendo essas coisas imorais ele abre o jogo oferecendo a oferta.

Ele chegando querendo ver os mamilos das moças, lógico que elas se espantam mas ele sabiamente mostra que na carteira dele está cheia de dinheiro para mais algumas coisas. Elas hesitam, ficam lutando se devem ou não deve ir, ficam se debatendo mordendo os lábios, ficam chamando oc ara de louco por fazer um negócio desses. Algumas mesmas não aceitam, mas com um joguinho mental vendo o homem indo embora elas pedem que ele volte e acertam um preço para ela mostra seus seios a ele. Nem todas ficam satisfeitas com o valor pedindo um pouco mais para deixar ele acariciar e mamar nos mamilos.

Teve uma que ficou irada, uma milf muito gostosa com uma maravilhoso par de seios e uma vagina que só deus sabe que delicia era ela. Essa que ficou irada apesar de ter ficado aceita a proposta pedindo uma quantia farta de dinheiro indo fazer sexo com ele em um lugar propicio ao ato.

Todo ato dele sendo filmado por sua câmera. Me impressiono é como elas permitem ser expostas. É como se a câmera as estimulasses a serem ainda mais pervertidas no ato de chupar e serem penetradas.

Um dos mais ousados do seu vídeo esse cara fez uma oferta para uma mulher que tinha namorado e ela estava esperando ele aparecer numa rua deserta que ela esperava. Quando o dinheiro foi apresentado ela rapidamente caiu nas graças dele onde a mesma o seguiu estando de mãos dadas, sendo levada para um prédio e comida na escadaria do mesmo. Ela até ficava com medo pois tinha receio dela ser flagrado com ele por alguém descendo ali.

Então levando tudo em consideração comecei a planejar minhas férias na Europa, como sou Juíz tenho uma boa quantia dinheiro que fiquei juntando até o fim do ano que chega a quase cem mil reais e que convertendo para euro chega a quase trinta mil euro se minha conta estiver correto.

Moro no Rio de Janeiro e quando o judiciaria entrar em recesso no dia vinte de dezembro irei para Portugal, de preferência fiz meu registro antecipado da minha estadia Ponte de Lima em Portugal garantindo que o local é deserto, tem um hotel o que vai facilitar minha operação com pouca movimentação. Dentro desse local acabou sendo o campo de golfe Axis a melhor escolha um local com bastante verde, árvores, lagoas e certamente só alguns entusiastas que não irão jogar golfe perto do natal já que estarão ocupados com suas esposas e filhos.

.......

Quando chegou dezembro e o judiciário entrou em recesso no dia seguinte já estava no avião indo para Portugal, onde meu avião iria parar no aeroporto Francisco de Sá Carneiro e então eu pegaria um carro para ir ao hotel Axis Ponte de Lima Golf Resort Hotel e aqui ficaria por duas semanas voltando um pouco depois do ano novo.

Meu objetivo não é turismo de buscar lugares bonitos para relaxar, curtir e ficar atoa. Meu objetivo é o turismo sexual, indo para Ponte de Lima para pegar algumas almas inocentes que de cara você acha que não se venderiam por dinheiro mas com algum charme elas mostram suas verdadeiras faces.

Com toda minha bagagem pronta, fui ao taxi indo para o aeroporto onde ao embarcar fiquei sonhando com as várias aventuras que planejei ter com as europeias da região. O voo de avião foi bem tranquilo sem qualquer complicação, havendo só alguns choros de crianças e birras infantis dos mesmos. Não que eu não goste das crianças, mas elas ficavam atrapalhando meus sonhos durante a viagem.

Passando um dia de avião direto, finalmente cheguei por fim no meu destino em Portugal no aeroporto Francisco de Sá cansado, exausto pela longa viagem dentro do avião. Apesar de ser confortável, o melhor conforto mesmo é uma cama macia e fofa para se deitar e ter bons sonhos.

Cheguei pela manhã morto de cansaço, procurei dar alguns respiros e fui direto a um táxi não importando com preço da viagem pois além de eu estar com uma boa quantia em euros comigo estou exausto de mais para me importar com outros perrengues, só querendo chegar no hotel Axis o mais breve possível. Pelo que lembro a viagem vai demorar uma hora de carro, o suficiente pra colocar o sono em dia.

Na saída do aeroporto vejo todo mundo de casaco grosso e fui então pegar o táxi que está disponível e digo aonde ele deve ir, com seu bom português de Portugal ele confirma meu pedido e segue a longa viagem de uma hora. Assim que encosto minha cabeça no canto do carro caio num sono gostoso.

Não demora muito até que o motorista me toca e eu acordo rapidamente. Tomo um susto, contudo vejo o resort pela janela sendo ele bem bonito, olho o preço da viagem que para mim não era caro e pago ao taxista pegando minha mala e vou até o hotel.

Indo em direção ao hotel grande e largo horizontalmente, entro no hotel e fui a recepcionista fazer meu check-in que ao confirmar que tenho meu registro no sistema me deu a chave e me desejou boa estadia no hotel . Peguei a chave e fui direto para meu quarto que apesar dos corredores serem longos não foi problema me localizar devido ao fato dele ser horizontal.

O quarto é bem simples com uma cama de casal e uma televisão LED, tendo uma varandinha para relaxar e quem sabe cumprimentar alguns vizinhos que acho difícil devido ao frio. Ainda era de manhã sendo lá pras dez da manhã. Fiquei pensando em como pegar algumas vítimas para seduzir com minhas propostas ousadas. Dinheiro não me falta, o que me falta é explorar as ruas que deram pro hotel e ver se encontro mulheres sozinhas e que de preferência não sejam clientes do hotel.

Tomo uma ducha rápida, troco de roupa e saio do meu quarto confirmando minha saída do hotel para um passeio.

Do lado do hotel Axis tem o restaurante e do outro o tal de Flatswing que não me importo em querer saber o que é.

Pelo mapa do celular o local ao redor do hotel era um verdadeiro vilarejo com uma empresa agrícola, uma grande loja de material de construção, uma fábrica de material de segurança de automóvel, capela e entre outras coisas que fazem a economia da região movimentar.

Fiquei curioso pela Taberna da Mira e decidi chamar um táxi para me levar lá, já que a pé me levaria quase três horas, aqui quase tudo é longe do hotel. Não demora muito para vir o mesmo e me levar ao meu destino. Em menos de vinte minutos de viagem chego ao local que desejo começando a fazer uma longa inspeção no local.

Olhando ao meu redor vejo algumas casas a um lado da taberna e do outro casa alguma. O lado que não tem casas só leva a uma estrada deserta e a outra está levando aonde se encontra as casas.

Esse lado que também dá em algumas casas é um deserto mal tendo uma viva alma passando na rua só alguns carros vindo para o outro lado sem casas.

Pude ver os campos agrícolas cobertos pelo frio também que por sinal são bonitos demais e resolvo tirar algumas fotos e colocar nas redes sociais.

Após andar um pouco longe de um lado e depois para o outro já sentindo minhas pernas cansadas, lógico que estava estudando o local ideal para a caça e já pude ver que algumas moças iam andando na estrada que dava para o hotel Axis. Apesar de frio ele não me incomoda muito pois estou de casaco

Olhei para o relógio e vejo que está na hora do almoço. O cheiro vindo da comida Portuguesa entrou em minhas narinas de uma forma que minha barriga roncou na hora.

Logo fui entrando no local e pedi o prato da casa.

Tempo depois de comer e beber vinho fico fazendo tempo até que vejo uma linda moça portuguesa sair do restaurante.

Ela saiu indo na direção que vai pra o hotel. Seria perfeito véu levar ela comigo ao hotel e fazer ela ir comigo no campo de golfe. Pago minha conta e vou atrás dela para tentar minha ousadia.

Dando umas corridas chego finalmente até ela, a mesma me olha um pouco surpresa esperando alguma ação minha.

" Desculpe perguntar aonde pretende ir ? "

Ela meio desconfiada mantendo sua posição defensiva me responde com sua desconfiança.

" Estou indo trabalhar na loja de materiais de Construção. Por que ? "

"Bem..... É que estava curioso sobre o porquê de uma pessoa como você ir tão longe para trabalhar a pé. "

" Sim é longe, gosto de almoçar na Taberna da Mira então o tempo de caminhada daqui a loja já dá mais ou menos a hora de eu começar a trabalhar. "

" E por que precisa trabalhar tão longe ? "

" Não podemos ir conversando andando ? Não quero chegar alguns minutos atrasada. Sou recém contratada. "

" Espera um momento, deixa eu fazer uma pergunta. Quanto você tira por dia de trabalho ? "

" Eu tiro...... Sessenta euros por dia. "

" Posdo fazer uma oferta a você ? "

Ela ficou interessada, sua atitude defensiva se desfez ao ouvir a palavra oferta. Ela com sua bolsa no ombro e seus braços cruzados esperando mina oferta.

" Se eu falasse que você hoje poderá ganhar o triplo disso hoje com algo bem fácil. "

" Fácil ?........ O triplo do que vou ganhar no meu trabalho.......? O que eu tenho que fazer ?

" Nossa tão rápido. "

" Sim, dinheiro é dinheiro e estou precisando. "

" ótimo, então podemos negociar melhor. Vamos lá, eu quero.......... Eu quero..... Ver suas tetas. "

Ela rir de com o pedido inesperado, olhando para suas pequenas tetas.

" Mostrar.... Minhas tetas. Não sei...... Quanto vai pagar ? "

" Cem euros para eu ver suas tetas. "

" Cem euros ? Bem...... Realmente já melhor do que passar a noite no trabalho em ganhar pouco..... Realmente tenho que mostrar minhas tetas ? "

" Sim, e se colaborar com outros coisas vou aumentar seus ganhos. "

Ela ficou rindo de nervoso, mordendo seu beiço se contorcendo pensando sobre a oferta. Ela olhava para os lados, olhou para de traz de mim vendo se via alguém. E então olhando para suas tetas que estavam sendo cobertos por sua roupa de frio bem grosso. Esqueci que realmente faz frio em dezembro em Portugal então ela deve estar com algumas roupas por baixo cobrindo seus peitos.

" Tenho algumas roupas por baixo e está frio, tem algum lugar para gente fazer isso ? "

" Bem, tem sim. Mas é dez minutos de carro, vou chamar um taxi e iremos para o hotel que estou hospedado. "

" E onde seria ? "

" O hotel Axis, é perto de carro. "

" Nossa, deve ser bem rico. "

" Da onde eu venho sim, mas em Portugal meu salário seria típico de alguém que estável no seu trabalho. "

........

Chegamos no Hotel, no momento já era umas três da tarde e fazia firo fora do hotel. Dentro dele estava acolhedor o suficiente para não precisarmos usar casacos grossos. Chegamos no meu quarto e deixamos nossas roupas na cama. Ela sentou na cama e eu fiquei sentado na frente dela na minha cadeira.

" Então, não estamos no frio e estamos sozinhos nesse quarto. Primeiramente eu irei pagar os cem euros. "

Tiro o dinheiro da minha carteira e ela pega contando rapidinho e guardando em sua bolsa.

" Eu só tenho que mostrar minhas tetas, é isso ? "

" Pelos cem que peguei, sim. Mas você pode receber o triplo disso se tirar sua roupa e deixar e pegar seu corpo. "

" Eu não tão bonita para valer tanto. "

" Não me importo, o que eu quero mesmo é comer você hoje. Vou pagar a quantia que me fará fazer qualquer coisa com você. Quero que seja minha mulher por hoje. "

" Uau, nunca recebi uma direta como essa. Vou primeiro mostrar meus seios, depois..... Se me pagar mais eu faço que você quiser. "

............

Chegamos no hotel e logo já estávamos no quarto com ela mostrando suas tetas para mim olhando para o lado timidamente. Fiquei próximo o suficiente para minha respiração roçar seus mamilos duros.

" Se quiser brincar com eles é mais cinquenta euros. "

Não pensei duas vezes e dei o dinheiro a ela. Ficou feliz guardando o dinheiro em sua bolsa

" Agora vou brincar com eles. "

Dizendo isso minha língua começou brincando com seus mamilos que em pouco tempo ficaram duros. O que me deu a oportunidade de mamar usando os beiços.

Ela tinha mamilos duros e longos, o que foi uma novidade para mim mamar em mamilos longos como o dela. Como juiz no Brasil, tenho poder e status que me atrai mulheres para minha teia sem muito esforço. Muitas vezes sou convidado pelos pais dessas mulheres jovens a festa de formatura da faculdade, me dando a oportunidade de conhecer algumas namoradas que já ficam loucas ao saber que sou juiz.

Essa moça portuguesa está na minha frente não por eu ser juiz já que não falei que sou e sim por meu dinheiro que a ofereci, vendo ela se debater pela chance de ganhar dinheiro fácil e menos um dia num trabalho ruim, super distante e que ela vai poder ficar livre por alguns dias para buscar coisa melhor. Sei como é ficar desesperado em aceitar qualquer trabalho para poder conseguir dinheiro.

Meus beiços ainda brincam com seus mamilos, deslizando eles de forma alternada. Ela mordia seus lábios se segurando para não gemer. Seus dedos agarram a roupa de cama do hotel, suas pernas se abrem e torcem sentindo a energia entrando por seus mamilos. Meus dentes resolvem brincar com eles dando leves apertos até que então finalmente os gemidos saem de sua boca.

" Ainda não perguntei sua idade, se não quiser não precisa me responder. "

" Tenho vinte e quatro. "

" Hum, é virgem ? "

" Sou. "

" Posso tirar sua virgindade ? "

" Pode, mas vai ter que me pagar bem por isso. "

" Com certeza será. "

Mas não me foco em tirar sua virgindade, vou pegar algumas notas de cem euros e entrego a ela.

" Aqui para eu poder te comer. "

Ela recebe o dinheiro com um sorriso no rosto, conta o dinheiro e guarda em sua bolsa. Logo tira sua roupa por completo. Exibindo um corpo simples e sem graça, que apesar de ser simples ainda me encanta o fato de poder tirar sua virgindade no qual certamente muitos lutariam para tomar.

Com sua roupa fora do seu corpo, resolvo fazer o mesmo ficando sem qualquer peça de roupa. Minha coisa já ereta aponta sua cabeça para minha preciosa presa que jogou fora qualquer conceito moralista que tinha em sua cabeça desejo fácil de conseguir dinheiro.

Ela ficando ainda mais folgada e mais motivada abre suas pernas com liberdade, mostrando sua vagina virgem e peluda. Que para mim até é normal para as europeias serem peludas devido a morar um continente marcado pelo frio. A mão dela vai para sua vagina onde começa a se masturbar o seu grelo que eu vendo bem está durinho.

Eu não tinha nem voltado a sentar na minha cadeira, mas fiquei agachado de frente para sua vagina enquanto sua mão brincava com suas partes. Peguei no pulso dela a tirando da minha frente logo minha boca juntamente com minha língua foram diretos para para seu clítoris pequeno e duro.

Sua dureza se eu fosse descrever é igual as dos seus mamilos. Minha língua desliza nele e meus beiços lutam para chupar essa ponta dura, uso meus dedos para afastar os lábios vaginais permitindo que minha boca pudesse chupar todo o líquido vaginal dela estimulando também seu clitóris. A reação dela foi de me segurar pelo cabelo apertando suas unhas em meu coro cabeludo.

Ela continha seus gemidos com grunhidos fortes, sua vagina com mais vigor libera seus fluídos diretos em minha boca, entrando em contato com minha língua, dentes e beiços. Enquanto chupo seu grelo meus dedos livres entraram em seu buraco sendo pressionados para dentro.

" Humm.... Hummm.... Hum.... Hum... Hum.... Hum.... Humm dentro dentro....... Humm.... Humm....... Humm....... Isso..... Mais fundo....... Isso..... Haaaa..... Hummmm.... Hummmmm Aaaaaaaaaaaaaaaaaaa"

Ele gemeu profundímetro e espero que os quarto tenham um bom isolamento acústico porque seu gemido foi alto e eu estou molhado por seus fluídos.

Avaliações

Só usuários podem votar 0 de Avaliações

Comentários 0

Sobre este conto

Autor anônimo
Categoria Hétero: geral
Visualizações 71
Avaliação 0 ( votos )
Comentários0
Favorito de0 Membros
Contador de palavras: 3284
Tempo estimado de leitura: 16 minutos

Afiliados