Segunda vez que vi o coroa do Chat Publicado por anônimo em 07/05/2018 em Sexo com maduras

"Olho os olhos negros do Jaime e viajo nas minhas fantasias. E minha amiga aflita do outro lado da linha."

Conto adicionado a favoritos
Autor adicionado a favoritos
Conto já adicionado a favoritos
Autor já adicionado a favoritos
Conto salvo para leitura posterior
O conto já estava em sua lista para leitura posterior

Quando penso rápido e falo pra ela:
Amiga eu tive um mal estar enquanto estava almoçando e um senhor muito educado me ajudou estou a caminho de casa, era algo urgente?
Não Amanda é porque você se atrasou e como isso nunca acontece fiquei preocupada assim que chegar em casa me avise.
Tudo bem amiga aviso sim.
Olho pro Jaime e digo:
Agora sou toda sua!
Ele sai do estacionamento e sua mão vai passeando pelas minhas pernas, e vai subindo e ele senti a renda da minha calcinha e me olha com um olhar de desejo e tesão.


O trânsito está ótimo e logo chegamos no motel. Ainda dentro do carro ele começa a me beijar passar as mãos no meu corpo e tira minha blusa, chupa meus seios com fome e desejo, eu vou me entregando ao momento e vou abrindo a calça dele ele sobe minha saia e coloca minha calcinha de ladinho e meti o dedo em mim e continua chupando meus seios enquanto eu vou masturbando ele suavemente.
Eu começo a rebolar no dedo dele e quando um calor vai subindo pelas minhas costas e me entrego a um orgasmo maravilhoso.
Saímos do carro carregando nossas roupas e nus como viemos ao mundo.
Ele abriu a por e me deu passagem pra entrar primeiro. Joguei a roupa no chão me ajoelhei e cai de boca no pau delicioso dele.
Ele gemia como se foce se acabar na minha boca, ele entrou trancou a porta e fomos pro chuveiro e beija e chupa ainda molhados ele me leva pra cama e fala:


Abre as pernas porque eu quero ti chupar muito.
Eu mais que depressa obedeço aquela língua vem passeando pela minha virilha sulga meu clitóris com suavidade, faz eu querer mais e mais, ele coloca um dedo no meu cuzinho e continua me chupando até que vai aumentando a velocidade das chupadas e eu me entrego a um orgasmo intenso.
Amanda como você é saborosa seu sabor é doce e suave isso me deixou louco...
Fica de quatro pra mim vai???
Eu pergunto:
O que irei ganhar:
Minha pica na sua bucetinha linda já vi muitas bucetas nessa vida mais nenhuma Amanda se compara a beleza da sua, me deixa comer ela vai?
Vem Jaime e me faça sua putinha...


Ele mete suavemente na minha buceta e vai passando o dedo no meu cuzinho, quando eu dou uma mexida e o dedo dele entra, quando ele esculta meus gemidos deliciosos.
Você gosta de levar na bundinha Amanda?
Adoro me dá muito prazer passamos a tarde toda no motel.
Tomamos um banho e nos preparamos pra ir embora, conversa vai e conversa em Jaime me pergunta:
Você tem fantasias Amanda? 
Já tive muitas Jaime mais já realizei todas elas e eu pergunto pra ele se ele já realizou todas dele:
Tenho uma única mais sei que mulher nenhuma irá realizar!
Será Jaime, me diga qual é.
Tenho até vergonha dela mais é algo que sonho com isso.
Somos adultos Jaime eu sou uma mulher bem resolvida pode dizer.
Tenho vontade de ficar com uma mulher mais tenho maior tesão em vê ela com uma transexual bem afeminada.
Uau Jaime isso sim é uma fantasia.


Amanda você teria coragem?
Tudo que nos dá prazer Jaime pode e deve ser realizo, sim eu teria coragem.
Sério por onde você andava Amanda que não lhe conheci antes.
Então vamos realizar isso juntos?
Preciso pensar Jaime.
Depois daquela tarde Jaime me deixou em casa, já se passa uma semana e ele sumiu, tantas dúvidas se passa na minha cabeça. Acho que está envergonhado da sua fantasia.
Vamos vê se ele aparece pra que eu continue a relatar esse conto.
Beijos meus amores

Avaliações

Só usuários podem votar 0 de Avaliações

Comentários 0

Sobre este conto

Autor anônimo
Categoria Sexo com maduras
Visualizações 160
Avaliação 0 ( votos )
Comentários0
Favorito de0 Membros
Contador de palavras: 690
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Afiliados