Eu [M23] fodi a prima [F18] da minha amiga ao lado dos seus pais Publicado por anônimo em 02/01/2023 em Sexo em grupo

"(Os nomes são fictícios e todos os envolvidos são +18) "

Conto adicionado a favoritos
Autor adicionado a favoritos
Conto já adicionado a favoritos
Autor já adicionado a favoritos
Conto salvo para leitura posterior
O conto já estava em sua lista para leitura posterior

Minha amiga e seu namorado estão dando um tempo depois que ele viu o vídeo de eu comendo ela, provavelmente eles vão terminar.

Para esse final de ano minha amiga, seus pais e alguns tios e prima dela foram para uma casa na praia que eles têm, e me convidaram. Num primeiro momento pensei em negar por conta da briga que deu com o namorado dela, mas minha amiga insistiu para que eu fosse e disse que ele não estaria lá então aceitei.

A casa deles tem dois quartos, um banheiro e uma ampla sala e cozinha integrada. Em um dos quartos estavam dormindo minha amiga em uma cama de solteiro e seus pais em uma de casal. No outro estava um casal de tios dela e a prima dela que chamaremos de Ana, e eu estava dormindo num coxão na sala. Ela tem 18 anos, muito linda, cabelo castanho, bem magra, branca, bundinha ficando grande porque está fazendo academia e seios médios, olhos castanhos e boca rosada bem carnuda. Eu tinha um puta tesão nela a alguns anos, mas nunca fiz nada, mas agora que ela é maior de idade e estava flertando comigo eu investi.

Eu estava sentado na sala vendo TV esperando todos se arrumarem para ir pra praia, quando ela passou por mim só de biquini preto, um tesão. Parou na minha frente assistindo TV enquanto passava bronzeador em todo seu corpo. Eu fiquei parado admirando seu belo corpo, e após terminar de passar nos seus seios ela se virou pra mim e perguntou se eu podia passar em suas costas e eu disse que sim. Me levantei, com o pau duro marcando meu calção de banho, percebi que ela viu de relance e deu um sorriso com o canto da boca e se voltou a TV. Eu passei o bronzeador em toda as suas costas, braços e cintura. Quando eu estava quase para chegar na bunda ela se virou lentamente e agradeceu. Então eu sentei e ela colocou seu pé ao lado de mim bem próximo e começou a passar em suas pernas. Eu estava estourando de tesão, com vontade de jogar ela no sofá e fuder seu cú e sua buceta ali no meio da sala na frente de quem aparecesse. Então o pessoal apareceu a falaram que estavam prontos pra ir e fomos. Na praia fiquei admirando aquela deusa nadar, toda molhadinha com aquele biquini encharcado torcendo para que aparecesse um mamilo. Então ela se sentou ao meu lado e conversamos. Ela não percebeu que um momento ela parou e ficou olhando para meu calção e viu a marca do meu pau duro e deu uma lambida nos lábios e rapidamente disfarçou olhando para o mar. Quando voltamos para casa fui tomar banho depois dela e ela tinha deixado sua roupa suja lá, não resisti e cheirei, lambi e me masturbei com seu biquini molhado com cheiro de buceta.

Minha amiga estava um pouco quieta, conversava as vezes comigo, mas nunca falamos sobre o que aconteceu, eu não estava ligando muito porque meu foco estava sendo sua prima.

No dia seguinte era virada do ano fizemos muita festa, fizemos churrasco, bebemos muita cerveja, vodka, caipirinha, etc. Então lá por 2:30 da manhã fomos dormir. Minha amiga e seus pais tem um sono extremamente pesado, a casa pode cair que eles não acordam. Eu estava deitado no meu coxão na sala com tudo ainda rodando um pouco de tanto álcool quando ouvi uma porta abrir, e vi Ana saindo de seu quarto e indo na cozinha beber água. Ela estava vestindo um top e um mini calção pijama. Ela caminhou até a geladeira e abriu, a luz iluminou seu corpo e vi ela com uma das mãos massageando sua buceta enquanto procurava o jarro de água. Após beber ela se virou e veio até mim e me viu acordado e disse que achava que eu já estava dormindo e eu falei “não, estava muito ocupado admirando sua beleza”. Ela sorriu e disse que eu deveria pensar menos e fazer mais, e foi para seu quarto. Eu fiquei alguns segundos pensando naquilo então fui até seu quarto, abri a porta lentamente e vi seus pais dormindo e ela em um coxão no chão ao lado mexendo no celular. Fechei a porta lentamente e fui até ela e sentei na beirada. Havia uma leve luz da janela iluminando o quarto. Ela se levantou, veio até mim e me beijou lentamente. Isso me deu um puta tesão, então caí sob ela na cama e comecei a beijar mais forte e a apalpar seus peitos. Então parei por um segundo e perguntei sobre seus pais, e ela me disse pra ficar tranquilo que quando eles viajam eles tomam um remédio forte para dormir, não iam ouvir nada.

Então continuamos a nos beijar mais forte, passei minha mão por dentro do seu top e apertei seus peitos, ela gemia bem baixinho enquanto com a mão esfregava meu pau. Então ela me deitou e puxou meu calção pra baixo, meu pau saltou e ela caiu de boca nele, e chupou, chupou, lambia a cabeça de baixo a cima, ia das bolas até o topo e caía engolindo tudo. Eu peguei sua cabeça e comecei a foder mais forte até que gozei dentro da sua garganta. Ela saiu seu ar sorrindo e lambendo os dedos. Peguei ela e joguei no coxão e tirei seu calção e comecei a lamber sua buceta loucamente. Ela estava extremamente molhada, eu sugava e estava cheio do seu mel, lambia seu clitóris e ela se contorcia. Então cuspi no meu pau e enfiei de uma vez só dentro da sua buceta. Comecei a fuder ela com força, ela se agarrou em mim com os braços e penas e falava pra mim “fode com força” e assim fiz. Virei de ladinho e comi sua buceta enquanto enforcava ela e ela gemia. Por um segundo olhei para cama de seus pais e quem estava mais próxima era sua mãe, que também não era feia e comecei a fuder a Ana olhando para a mãe dela pensando “olha eu aqui fudendo a buceta da sua filha do seu lado”. Ela parou e ficou de quatro e falou “come meu cu”. O meu sangue ferveu, coração disparou mais ainda e caí de boca no cú dela, lambia de cima a baixo, buceta e cú cú e buceta, até ficar bem molhado. Então mandei ela cuspir na minha mão e passei no meu pau e enfiei a cabecinha dentro do seu cú e ela nem soltou um “ai”, a safada era acostumada. Fodi seu cuzinho com toda força, afundei sua cara no travesseiro e meti forte. Quando estava prestes a gozar eu virei ela de frente pra mim e meti dentro da sua buceta, queria que ela gozasse também. Coloquei suas pernas sobre meu ombro, um travesseiro embaixo dela, as duas mãos em seus peitos e soquei forte meu pau dentro dela até que ela começou a gemer alto e eu tapei sua boca com minha mão e gozei muito dentro dela, ela se tremia toda e senti la dentro tudo ficando molhada com ela também gozando. Quando tirei meu pau ela ainda foi até ele e lambeu tudo, ela falou que tudo bem ter gozado nela que ela tomava anticoncepcional, mas que era pra eu comprar uma pílula do dia seguinte pra ela. Eu consenti dei um beijo e voltei para meu coxão dormir.

Ao deitar eu comecei a pensar em tudo que aconteceu e como tinha sido bom pra caralho, então pensei se rolaria de fazer o mesmo com a minha amiga no quarto dos pais dela. Então fui até o quarto dela, mas para meu desânimo ele estava trancado. Seria demais sonhar com um sexo a três?

Avaliações

Só usuários podem votar 0 de Avaliações

Comentários 0

Sobre este conto

Autor anônimo
Categoria Sexo em grupo
Visualizações 477
Avaliação 0 ( votos )
Comentários0
Favorito de0 Membros
Contador de palavras: 1494
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Afiliados